medicamentos que amenizam o estresse


Medicamentos psiquiátricos “resolvem problemas” ou apenas “disfarçam a realidade” ?

Os medicamentos psiquiátricos atuam melhorando a performance psíquica da pessoa. Os ansiolíticos (tranqüilizantes) servem para reduzir a ansiedade patológica, a qual atrapalha o desempenho da pessoa, fazendo-a sofrer. Evidentemente, seria desejável que a pessoa vivesse sem eles e sem qualquer outro tipo de remédio, assim como as pílulas anticoncepcionais, aspirinas, vitaminas, etc, seria desejável também que ninguém usasse óculos ... e assim por diante. Entretanto, a medicina tem avançado o suficiente para fazer com que o diabético tenha uma vida mais próxima do normal, assim como o reumático, o hipertenso, o míope, etc., incluindo aqui também os ansiosos.

Os antidepressivos melhoram a afetividade da pessoa, que é um atributo indispensável para a adequada valorização da realidade e, principalmente, para a valorização de si mesma (auto-estima).

Na realidade, se pudermos fazer uma analogia, os medicamentos funcionam como um corrimão de escada, onde você segura para ter equilíbrio suficiente para subir uma escada muito alta... Depois que adquirir o ritmo de subida, poderá deixar o corrimão e ir sozinho. O corrimão apenas dá sustentação mas quem sobe a escada é a pessoa.

Os especialistas têm métodos e medicamentos para ajudar o paciente a diminuir os efeitos do estresse. Os mais importantes são os exercícios físicos e de descontração, ver a parte positiva da vida, participar de saraus culturais, ouvir música, ler obras edificativas, preparar refeições balanceadas e beber entre 4 e 8 copos de água diários, e como é natural, reduzir ou eliminar o consumo de álcool e café.

 

http://gballone.sites.uol.com.br/voce/medic.html#2

Estresse, faca de um só gume

 

Voltar ao Índice - Estresse

 

Tivemos visitas, nesta página.