| 
  • This workspace has been inactive for over 11 months, and is scheduled to be reclaimed. Make an edit or click here to mark it as active.
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Introducing Dokkio, a new service from the creators of PBworks. Find and manage the files you've stored in Dropbox, Google Drive, Gmail, Slack, and more. Try it for free today.

View
 

insônia

Page history last edited by PBworks 13 years, 4 months ago

 

INSÔNIA

 

A insônia caracteriza-se de diversas maneiras, podendo ser uma dificuldade em iniciar o sono, ter muitos despertares durante a noite, despertar muito cedo e não conseguir mais dormir, ou até mesmo, dormir uma quantidade normal, porém acordar pela manhã mal, como se o sono não tivesse sido suficiente ou restaurador. Muitas pessoas referem acordar cansadas com dores no corpo, irritadas, desanimadas e mal humoradas.

Pode ser considerada uma manifestação das alterações psicológicas, das doenças psiquiátricas e neurológicas, do uso de drogas, de álcool, de cafeína, ou até mesmo do padrão do irregular do horário de dormir.

O tratamento é completamente diferente para cada uma das causas.O mais importante sem dúvida é saber a causa da insônia. O tratamento direciona-se, portanto,à causa e não ao sintoma.

 

 

Tipos de Insônia

 

 

 

Transitórias ou Situacional

 

 

A mais comum é chamada de transitória ou situacional, que é a associada a um episódio de tensão único e bem determinado. Desta maneira, encontra-se a ansiedade causada por um acontecimento único e que dura um tempo limitado e curto, geralmente de três dias a uma semana. É uma forma de insônia muito comum e provavelmente todas as pessoas já tiveram um dia. Tensões comuns são as decorrentes de indisposições no trabalho no lar ou mesmo na escola.

 

Alterações Psiquiátricas

 

Outra forma de insônia é a associada a alterações psiquiátricas, principalmente à ansiedade e à depressão. Geralmente, os pacientes com depressão mostram dificuldade em manter o sono, são pessoas que começam a dormir no horário adequado sem muita demora nas primeiras horas da noite, porém, despertam muito cedo, ( as quatro ou cinco horas da madrugada ) e a partir de então não conseguem mais conciliar o sono. Pela manhã, levantam-se fatigados e indispostos. O mal-estar persiste durante o dia; junto com a falta de motivação. A insônia relacionada a ansiedade é muito comum e apresenta algumas características próprias. São pessoas tensas, preocupadas e com dificuldade principalmente em iniciar o sono. Em geral elas queixam-se de que a tensão e a ansiedade persistem durante todo o dia, prejudicando as atividades do trabalho e os seus relacionamentos com os familiares.

 

 

 

Mioclonia Noturna

 

As mioclonias noturnas são abalos, em geral “ pontapés”, que se repetem inúmeras vezes durante o sono. Quando muito intensas, elas interrompem o sono e o indivíduo desperta subitamente, não sabendo o que ocorreu. Isso se repete diversas vezes durante a mesma noite.

 

Álcool

 

O uso de álcool é outra causa importante da insônia. O álcool é muito empregado como indutor de sono a noite, deixando-o entre-cortado, com menos estágios profundos. Isto acontece mesmo no uso social de álcool, com um ou dois copos de cerveja ou vinho. Infelizmente, é comum o paciente beber álcool novamente na noite seguinte para tentar induzir o sono e ter uma noite melhor que a anterior. Tal ciclo vicioso se perpetua indefinidamente levando ao hábito de tomar álcool e à piora progressiva do sono com o passar do tempo.

 

 

Estimulantes

Outra causa bastante comum de insônia é a ingestão de café antes de dormir. O café, o chá mate e o chá preto possuem estimulantes que levam à dificuldade de se conciliar o sono. Esta dificuldade depende da dose ingerida e da hora do consumo. Quando se mede estes estimulantes no sangue, observa-se que a cafeína, por exemplo, pode ser detectada até 6 a 7 horas depois de ingerida. Desta forma, o indivíduo pode tomar café durante o dia sem que isso prejudique o seu sono noturno, desde que a última ingestão seja seis ou sete horas antes de seu horário de dormir.

 

voltar - ansiedade-índice

 

voltar ao início da página

 

Tivemos visitas, nesta página.

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.