| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Stop wasting time looking for files and revisions. Connect your Gmail, DriveDropbox, and Slack accounts and in less than 2 minutes, Dokkio will automatically organize all your file attachments. Learn more and claim your free account.

View
 

Como o estresse se manifesta

Page history last edited by PBworks 13 years, 11 months ago

COMO O ESTRESSE SE MANIFESTA

Estresse é o nome que se dá a um conjunto de reações que temos quando algo acontece e nos amedronta, nos irrita, nos excita ou nos faça extremamente felizes. A nossa reação neste momento contém sensações físicas e psicológicas que causam mudanças químicas no corpo mobilizando o sistema de alarme do organismo. Qualquer situação, real ou imaginária, que desperte emoção forte, boa ou má, exigindo mudanças no modo de agir da pessoa é um estressor, isto é, um agente de estresse.

Muitas situações no dia-a-dia geram estresse, mas, surpreendentemente, o que cria mais estresse emocional é justamente o modo da pessoa ser e pensar. Existem pessoas que aprenderam desde crianças a pensarem de modo estressante. Estas pessoas carregam dentro de si uma verdadeira fábrica de stress. O estresse que vem de dentro pode ser pior do que a perda de um emprego ou uma briga em família, porque ele acompanha a pessoa a cada minuto do dia e em tudo o que ela faz. Essa fábrica interna de estresse é formada de valores, às vezes muito rígidos que temos, um modo típico de reagir com ansiedade frente ao mundo, o desejo de ser perfeito ou de ser aceito e amado por todos. Além disto, uns sofrem de “síndrome da pressa”, isto é, são cronicamente movidos a fazerem muitas coisas em um dia só e tudo muito rápido. São pessoas que vivem em uma constante corrida contra o relógio que estressa ou desgasta.

Encontramos estressores físicos como o frio, o calor, o barulho, as luzes, etc... e os estressores de ordem emocional e os de ordem psicológica, que, no caso do homem moderno, podem ser os mais graves. Dependendo da importância e da intensidade do estressor, da história pessoal de cada um, da predisposição ao estresse, o dispêndio da energia de adaptação poderá sofrer alterações. Quem já passou por determinada experiência, dispõe de modelo emocional que poderá facilitar ou dificultar as decisões atuais.

Tipos de Estresse

    Existem dois tipos de estresse:
  • o negativo, chamado distresse que é causado pelas frustrações e problemas diários;
  • e o estresse positivo, conhecido como eustresse que é causado por situações estimulantes.

Fisiológicamente as resposta são idênticas, havendo aumento da pressão arterial, aceleração cardíaca, contração muscular, respiração rápida entre outros sintomas. Emocionalmente as reações são diferentes em cada indivíduo, dependendo da sua percepção de realidade o estresse pode tornar-se positivo ou negativo

 

Estágios do Estresse

 

Hans Selye dividiu toda reação de Estresse em três estágios. O primeiro estágio, como veremos amis adiante, é a chamada Reação de Alarme, durante a qual o organismo reconhece o estressor e começa ativando o sistema neuroendócrino.

 

 

No Sistema Endócrino as glândulas supra-renais são as mais prontamente ativadas e produzem os hormônios típicos do Estresse, ou seja, o cortisol, a adrenalina e a noradrenalina. Por causa disso, notadamente por conta da adrenalina, os batimentos cardíacos aceleram, há dilatação das pupilas, aumenta a sudorese e aparece hiperglicemia (aumento dos níveis de açúcar no sangue).

Concomitantemente a digestão é paralizada, o baço se contrai para expulsar mais glóbulos vermelhos para aumentar o fornecimento de oxigênio aos tecidos e interrompe a atividade imunológica (imunossupressão), por conta do cortisol.Depois dessa primeira reação de alarme existem mais duas fase fisiológicas no Estresse, a adaptação e o esgotamento.

 

Situações Estressantes

 

Há uma classificação, por escala, de situações que mais causam estresse, ainda que cada um possa se ressentir mais intensamente num ou noutro caso e também ao enfrentar o trânsito, a violência, o dia-a-dia.

 

• morte de marido ou mulher

• morte de filhos

• separação conjugal

• mudança de emprego

• casamento recente

 

PsiqWeb - Portal de Psiquiatria

 

Revista Saúde

 

voltar ao início da página

 

Voltar ao Índice - Estresse

Tivemos visitas, nesta página.

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.