| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Stop wasting time looking for files and revisions. Connect your Gmail, DriveDropbox, and Slack accounts and in less than 2 minutes, Dokkio will automatically organize all your file attachments. Learn more and claim your free account.

View
 

causas

Page history last edited by PBworks 13 years, 11 months ago

__CAUSAS DA DEPRESSÃO__

 

Considerada como um dos males do século, ao lado da AIDS e das doenças cardíacas, a depressão atinge atualmente cerca de 200 milhões de pessoas em todo o mundo.

A depressão não é causada por apenas um fator. Provavelmente é conseqüência da combinação de fatores biológicos, genéticos, psicológicos, ambientais e sociais, entre outros. As causas mais comuns são:

  • predisposição genética;
  • hereditariedade, pois já se verificou que esta doença tende a apresentar-se mais frequentemente no seio dos elementos de uma mesma família;
  • personalidade perfeccionista, detalhista;
  • situações difíceis, desgastantes, frustrantes;
  • problemas financeiros, de trabalho, perda de posição profissional ou social, aposentadoria;
  • fatores familiares, como: fim de uma relação sentimental, relações conflituosas, problemas conjugais, divórcio, perda ou morte de um ente querido, separação da família, estar longe de casa, casamento, paternidade, maternidade,...
  • níveis hormonais: se os níveis de hormônios entrarem em desequilíbrio, a depressão pode surgir, como por exemplo, pessoas com problemas de tireóide podem vir a ficar deprimidas;
  • fatores ocupacionais, como: sobrecarga de trabalho, tempos de descanso curtos, não atingimento dos objetivos, problemas com os superiores, problemas de carreira, início das aulas, reforma,...
  • fatores ligados a acontecimentos acidentais, como: testemunha de acontecimentos graves, catástrofes naturais, acidentes dos quais se sinta culpado, acidentes rodoviários, domésticos,...
  • fatores ligados à violência, como: violência física, violência psicológica, tortura, assalto, rapto, ataque terrorista, prisão, guerra, viver em ambientes de elevada incidência de criminalidade,...
  • O uso de certos medicamentos, como por exemplo, corticóides, radioterapia, quimioterapia, pílula anticoncepcional, anti-hipertensores, anti-dopaminérgicos para a doença de Parkinson, implantes hormonais, ...
  • o uso de drogas ou álcool, anfetaminas, anabolizantes;
  • dores crônicas como a Fibromialgia;
  • Gravidez, parto(depressão puerperal ou pós-parto) e menopausa;
  • doenças sistêmicas, como; hepatite, hiper e hipotireoidismo, câncer, pnemonia, reumatismo, insificiência cardíaca, infarto, ponte de safena, asma, insuficiência respiratória, apnéia obstrutiva do sono, diabetes, lupus, anemia, aids, artrite reumatóide, doença de Wilson, sífilis, insuficiência renal,...
  • doenças cerebrais, como: traumatismos cranianos, AVC (acidente vascular cerebral), esclerose múltipla, derrame, insuficiência circulatória cerebral, Alzheimer, Doença de Parkinson, tumores benignos ou malignos, aneurismas, enxaquecas,...
  • distimia: A Distimia é um estado depressivo crônico que costuma aparecer já na adolescência ou mesmo na infância. O termo Distimia substituiu outros como "Neurose Depressiva", Depressão Neurótica", "Neurastenia", "Melancolia", "Transtorno Depressivo de Personalidade".
  • Síndrome do Pânico;
  • stress pós-traumático: experiência traumática na qual a pessoa se sentiu indefesa ou humilhada ou sem possibilidade de reação, por exemplo, assaltos, seqüestros, acidentes;
  • Psicose ou esquizofrenia: Significa um estado alterado da personalidade no qual a pessoa tem sensações que não correspondem à realidade e pensamentos que fogem ao seu controle.
  • Distúrbio obsessivo compulsivo;
  • estilo de vida;
  • stress;
  • ansiedade;
  • fatores neuroquímicos (neurotransmissores cerebrais);

Mas, outra grande causa que pode contribuir para a depressão, é a forma equivocada com que os homens buscam direcionar seus anseios e os valores impostos pela sociedade de consumo. A felicidade do ser humano sempre foi baseada na posse de bens materiais e na realização dos prazeres físicos. A cada ideal destes alcançados. resulta uma satisfação efêmera. Aí surgem novos ideais a serem conquistados: carros mais possantes e modernos; corpo mais jovem e perfeito; cargo mais importante e poderos; casa mais imponente; degrau mais alto na sociedade; o sexo como objetivo e não como conseqüência, formando um verdadeiro círculo vicioso. Infelizmente toda essa busca da felicidade baseada em bens materiais e nos prazeres físicos é infrutífera, pois não leva em consideração o óbvio: sua temporariedade.

Pois, bens e glórias materiais, prazeres ao corpo físico duram, no máximo, o tamanho da existência da vida neste mundo. Para obter a felicidade duradoura, é necessário preocupar-se também com as coisas do espírito, que é eterno. A felicidade possível deste mundo que vivemos será obtida no equilíbrio com que usufruímos dos bens materiais (temporários) e no cultivo dos bens espirituais (duradouros).

É importante você saber também que os eventos de vida que desencadearam a ou as primeiras depressões são cada vez menos necessárias. Ou seja: com o tempo ela pode aparecer sozinha sem absolutamente nenhum motivo.

 

voltar ao início da página

próxima página

voltar

página inicial

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.